Para ouvir, clique Play:

Host, Boss, Timoneiro, Contínuo, Editor-Chefe, Asno Volante e Office-Boy:  Carlos Del Valle

Convidados deste programa:

Joshué Fusinato, autor de vários artigos no Podcast F1 Brasil

Sérgio Dias, do Boteco F1

Eduardo Casola Filho, da Estante do Casola

Fernando Campos, piloto do Instagram do PF1BR

GASOLINA STORE BANNER

Grupo do Podcast F1 Brasil – Roda com Roda no Facebook

O problema do preço e do lucro
Onde foram parar os últimos campeões?
Os campeões têm algum mérito?
Qual foi o último campeão que foi pra frente na vida?
Há como saber pela GP2 se alguém é digno de esperança?
Número de corridas, número de vitórias, relação vitórias/corridas.

Texto-chave do Joe Saward

CAMPEÕES DE GP2 PROMOVIDOS À FÓRMULA 1 

  • Hamilton 5 vitórias / 21 corridas (1 para 4)
  • Hulk 5 vitórias / 21 corridas (1 para 4)
  • Rosberg 5 vitórias / 23 corridas (1 para 4,5)
  • Curiosidade: Kovalainen mesma proporção que Rosberg, inclusive pódios. Perdeu por 15 pontos.
  • Groselha 9 vitórias / 54 corridas (1 para 6)
  • Timo Glock 7 vitórias / 42 corridas (1 para 6)
  • Maldonado 10 vitórias / 73 corridas (1 para 7).

BRASILEIROS

  • Felipe Nasr (4 vitórias, 68 corridas, 1 para 16)
  • Luiz Razia (5 vitórias, 82 corridas, 1 para 16)
  • Bruno Senna 3 vitórias, 41 corridas, 1 para 14
  • Di Grassi 5 vitórias / 75 corridas (1 para 15)
  • Piquet Jr. 5 vitórias, 44 corridas (1 para 9).

OUTROS

  • Sergio Perez 5 vitórias, 40 corridas, 1 para 8
  • Gutierrez 4 vitórias / 14 corridas (1 para 10).
  • Charles Pic 3 vitórias, 38 corridas, 1 para 13
  • Buemi 2 vitórias para 31 corridas (uma para 15).

CAMPEÕES NÃO PROMOVIDOS

  • Giorgio Pantano 9 vitórias, 79 corridas (1 para 9)
  • Davide Valsecchi 7 vitórias, 96 corridas (1 para 14)
  • Fabio Leimer 5 vitórias 84 corridas (1 para 16)
  • Jolyon Palmer 7 vitórias, 86 corridas (1 para 12)

Camisetas de F1 na Gasolina Store (Loja Online Oficial do PF1BR)

Email: contato@podcastf1brasil.com.br

Curta nossa página no Facebook

Grupo do Podcast F1 Brasil – Roda com Roda no Facebook

Siga-nos no Twitter e no Instagram

Estamos também na TuneIn Radio e no Stitcher, além do iTunes

Música podsafe / Creative Commons: Brother Love e American Heartbreak

Feed do Podcast F1 Brasil: http://feeds.feedburner.com/PodcastF1BrasilPodcast


Carlos Del Valle

Podcaster. Imerso em Fórmula 1. Nada mais lógico do que um podcast sobre Fórmula 1.

17 comentários

Willian Schlichting · 5 de janeiro de 2015 às 9:48

Voltando das ferias 😉 bora ouvir

Alex Fieni Pedroni · 5 de janeiro de 2015 às 9:53

Bom tema logo no primeiro podcast do ano.

Cristiano Seixas · 5 de janeiro de 2015 às 10:13

Nao padeceria a GP 2 do mesmo mal da finada F3000 ? Muito cara e com muito pouco em comum com a F1 . As “academias” de jovens talentos dos principais times tambem foram um duro golpe na categoria de acesso.

    Eduardo Casola Filho · 5 de janeiro de 2015 às 15:25

    O fator financeiro sempre pegou no que diz respeito a categoria de acesso imediato à F1. Desde a Fórmula 2, passando pela 3000 e a GP2, todas padeceram do mesmo problema.

Mateus Gomes · 5 de janeiro de 2015 às 12:44

Eu acho que seria sensato que as equipes de F1 tivessem maior participação na GP2, talvez com equipes satélites.
O campeão da temporada deveria ser premiado com uma vaga na F1 do próximo ano.

Está parecendo as categorias de futebol de base aqui no Brasil, nunca vão para frente. É um beco sem saída.

Mateus Ferreira · 5 de janeiro de 2015 às 17:11

Duas semanas de férias (tá bom, 10 dias), vou tentar sincronizar meu ipod para ouvir aqui em Cabo Frio para não ficar com saudade da turma

Joshué Fusinato · 6 de janeiro de 2015 às 10:51

Desculpem pelas caneladas, senhores… Mas eu juro que foi o que eu disse!

Eduardo Casola Filho · 6 de janeiro de 2015 às 17:19

Parece que os velhinhos da FIA também ouviram o programa, mas não sei se os critérios estão muito corretos

http://grandepremio.uol.com.br/f1/noticias/fia-cria-novo-sistema-para-obtencao-de-superlicenca-que-deixaria-verstappen-fora-da-f1-pela-idade-e-por-criterios-tecnicos

Alex Oliveira · 7 de janeiro de 2015 às 7:35

muito bom podcast, vocês deviam ter feito a estatística de vitórias da primeira corrida do fim de semana afinal a segunda é com grid invertido e o cara termina em 8 e larga em primeiro numa corrida menor q não precisa parar no boxe, então fica mais fácil ganhar, deve ter muito piloto com bastante vitória q só ganhava a segunda corrida.

Mateus Gomes · 7 de janeiro de 2015 às 11:56

Há tbm a perspectiva de que tem (ou tinha) muito piloto na F1 que está fazendo hora extra na categoria. Caso de Button por exemplo, não sou um hater dele como o Valesi, até simpatizo com seu estilo de pilotagem…mas duvido que ele vá ganhar outro campeonato, e ele está lá faz muito tempo!! Deveria dar lugar a outro piloto.

Barrichello fez mais de 300 GP’s e após a Era Ferrari só fez hora extra.
Massa, pelo menos reergueu a carreira na Williams, mas se me perguntassem isso ano passado, diria que era outro que deveria juntar os trapos e cair fora.

Igor Renard Cruz · 7 de janeiro de 2015 às 12:18

Espetacular o podcast, logo na primeira semana do ano novo! Tinha muitos aspectos que eu desconhecia sobre a GP2. Tio Bernie cobra caro por tudo que se aproxima da F1, mas parece que ele está começando a comprometer o próprio evento. Interessante que a Red Bull simplesmente ignore a GP2 e traga seus pilotos de outras categorias.

Parabéns pessoal!

Fernando Campos (@FBrandaoCampos) · 7 de janeiro de 2015 às 19:51

Internet foi semi-obliterada nos programas 101 e 102. Mas o problema foi resolvido no Nº 100. 😛 hehe

Carlos Santos · 9 de janeiro de 2015 às 10:45

Primeira vez que comento aqui no site. Legal esse tipo de cast abordando informações sobre a gp2 adorei.

Luiz Ronaldo Merelles Severino · 7 de fevereiro de 2015 às 13:22

O conteúdo do podcast F1Brasil em geral não deixa a desejar, mas esse episódio é daquele pra entrar na lista dos dez melhores. Análise profunda e contundente do problema.

    Carlos Del Valle · 11 de fevereiro de 2015 às 14:02

    Obrigado Luiz Ronaldo! Tomara que a Fabiana ouça e conte para o tio Bernie! 😉

fxsbrasilWesley · 27 de janeiro de 2016 às 14:50

Nos EUA , as ligas universitarias , os jogadores so tem 4 temporadas , ao invés 1 uma como voces defendem , pra assim ser uma liga nao tao “juvenil” e deixar o pilto amadurecer . Isso eu acho louvavel do Bernie Ecclestone. E eu acho que ele poderia liberar motores diferentes como acontece com a Nationwide Series , da NASCAR e a V8 Utes Series da Australian v8 . que sao ligas independentes onde estao futuros da NASCAR e nem por isso , nessas categorias , deixam de contar com veteranos

109 Especial Estreantes 2015: Aprenda sobre Felipe Nasr, Max Verstappen e Carlos Sainz Jr - Podcast F1 Brasil · 22 de fevereiro de 2015 às 23:11

[…] Especial Podcast F1 Brasil: Entenda porque a GP2 não Entrega os Campeões que deveria […]

Deixe seu Comentário