Para ouvir, clique Play:

Host, Editor-Chefe, Contínuo, Boss e Office-Boy: Carlos Del Valle

Convidados deste programa:

Sérgio Dias, do Boteco F1

Valesi, do Melhor Blog sobre Nada

GASOLINA STORE BANNER

Grupo do Podcast F1 Brasil – Roda com Roda no Facebook

ESPECIAIS PRÉVIOS SOBRE SCHUMACHER (1, 2 e 3)

(28) – Especial Schumacher parte 1: Origens, Motivos e Segredos

(53) – Especial Schumacher parte 2: Era Benneton, Senna, Titulos

(78) – Especial Schumacher parte 3: Anos Difíceis na Ferrari 96-99

ELEMENTOS

  • Ética de trabalho rigorosa
  • Motivação infinita de permanecer no topo
  • União da equipe em torno de si
  • Preparo físico insano
  • Testes liberados
  • Pneus sob medida
  • Concorrência
  • Filosofia corporativa de não ceder um milímetro nunca
  • Confiabilidade suprema dos carros
  • Reabastecimento

2000

Schumacher ganhou cinco das primeiras oito corridas. Desabou em prantos em Monza, ao agualar as 41 vitórias de Senna. Campeão em Suzuka, após batalha épica contra Häkkinen.

Suzuka 2000:

A famosa mega-ultrapassagem Häkkinen sobre Schumi em Spa, criando o verbo “Zontar alguém”:

2001

Campeão folgado com nove vitórias e cinco segundos lugares. O vice foi David Coulthard. Brincadeira com Murray Walker na última corrida do comentarista britânico:

Jean Todt mandando Barrichello abrir passagem para Schumacher na vitória de Coulthard na Áustria 2001 (no programa o sotaque foi candidamente simulado por Carlos Del Valle):

2002

A famosa temporada com 100% de pódios por Schumacher, que chegou em primeiro ou segundo em todas as corridas, exceto o GP da Malásia, em que foi terceiro. Quebrou o recorde de vitórias numa temporada (onze), contra o recorde anterior (nove) de Mansell em 1992 e do próprio Schumacher em 1995, 2000 e 2001.

Para desespero da oposição, Schumacher foi campeão com seis rodadas de antecipação, em julho de 2002, no GP da França (sim, isso mesmo, julho).

O vice foi Rubens Barrichello, 67 pontos atrás do campeão, uma diferença recorde.

Pega lindo com Trulli e Montoya em Melbourne:

Hoje não! Hoje não! Hoje sim!?! A última volta do GP da Áustria com um áudio unilateral:

2003

Foi introduzido o sistema de pontuação anti-Schumacher, mudado de 10, 6, 4, 3, 2, 1 para 10, 8, 6, 5, 4, 3, 2, 1, claramente numa tentativa de evitar que o campeonato fosse novamente decidido ainda em julho.

Schumacher foi campeão na última corrida, dois pontos à frente de Kimi Räikkönen, embora Schumi tivesse seis vitórias e Kimi apenas uma (claro efeito do sistema de pontuação). Foi uma temporada equilibrada, com Ferrari, McLaren e Williams tendo grandes disputas entre si.

Vitória de Schumacher no fim de semana em Ímola após a morte de sua mãe em 2003:

Lindo pega com Trulli em Hockenheim 2003:

Linda briga com Montoya na largada em Monza 2003:

Grandes Corridas, Brasil 2003:

Vitória de Rubinho em Suzuka e título do Schumi em 2003:

Versão Globo:

Padre maluco no GP da Inglaterra de 2003:

2004

Um ano ainda mais esmagador do que 2002. Schumacher venceu treze corridas, um novo recorde num ano de transição, com fortalecimento de BAR e Renault e vacas magras para Williams e McLaren.

Schumacher foi campeão em Spa, com quatro corridas de antecipação, mesmo com o sistema de pontuação anti-Schumacher. O vide foi Rubens Barrichello.

Schumi na chuva em Spa no treino de classificação em 2004. Clássico:

Grupo do Podcast F1 Brasil – Roda com Roda no Facebook

Curta nossa página no Facebook

Confira nossas camisetas de F1 na Gasolina Store

Siga-nos no Twitter e no Instagram

Estamos também na TuneIn Radio e no Stitcher, além do iTunes

Música podsafe / Creative Commons: Brother Love e American Heartbreak

Feed do Podcast F1 Brasil: http://feeds.feedburner.com/PodcastF1BrasilPodcast


Carlos Del Valle

Podcaster. Imerso em Fórmula 1. Nada mais lógico do que um podcast sobre Fórmula 1.

18 comentários

raphaelwilker · 25 de janeiro de 2015 às 23:56

Cast aguardado

domingos lins jr · 26 de janeiro de 2015 às 0:00

Ótim! já tenho algo p ouvir no engarrafamento da segunda de manhã. Vai ter uma parte 5 com o fim da era Ferrari e os lamentáveis anos na Mercedes?

    Valesi · 26 de janeiro de 2015 às 6:46

    Com certeza, Domingos. Não podemos deixar essa história inacabada.

    Carlos Del Valle · 28 de janeiro de 2015 às 14:49

    Sim, esse é o plano!

Andre Tachibana Kranz · 26 de janeiro de 2015 às 0:56

Um dos episódios que entrarão para a lista dos mais ouvidos certamente

Joshué Fusinato · 26 de janeiro de 2015 às 9:16

Identifiquei um padrão quebrado aí…

Os 3 primeiros especiais do Fazedor de sapatos têm 25 episódios de diferença entre si. O lançado hoje tem 27 episódios de diferença entre o último.

E que episódio foda, senhores!

GEcKoDriver · 26 de janeiro de 2015 às 13:58

Não tem como negar a capacidade do Schumacher.
Uma das cenas que mais me vem à cabeça compartilho com vocês nesse link – http://youtu.be/aduBQsmNNcc – Quando Schummy chegou naquele grampo travando e jogando o carro, lembro que na hora pensei: “Filho da mãe, ele ganhou tempo com isso”. Dito e feito. Mais uma pole do alemão!

    Carlos Del Valle · 28 de janeiro de 2015 às 14:48

    Sim Gecko, a gente comenta muito sobre o “conjunto da obra”, sobre o “andróide”, mas é sempre bom lembrar que Schumacher era um monstro ao volante, um talento extremo e raro

André Carvalheiro Garcia · 26 de janeiro de 2015 às 14:26

very good !

raul b.f · 26 de janeiro de 2015 às 18:23

Muito bom esse podcast como sempre parabéns a todos

    Carlos Del Valle · 28 de janeiro de 2015 às 14:47

    Obrigado Raul, apareça! Sua opinião é importante

Cristiano Seixas · 26 de janeiro de 2015 às 21:49

Parabéns pessoal, mais um belíssimo episodio do pf1br.

Agora, a pergunta que não quer calar, o cara era muito f.. ou o resto do grid era meia boca ? Respondo com base no campeonato de 1999 , onde ele volta na Malasia depois de quebrar a perna e simplesmente ignora a concorrência, para mim coisa de gênio.
Outra : pegue o desempenho da Benetton antes dele, com ele e após sua saída. O mesmo vale para a Ferrari.

Segue o link de um documentário da Sky Sports com o Schumy

    Carlos Del Valle · 28 de janeiro de 2015 às 14:46

    Acho que a resposta é “ambas estão corretas”, gênio com concorrência apenas razoável, por isso os recordes…

Cristiano Seixas · 26 de janeiro de 2015 às 21:59

Mais alguns documentários legais sobre o Schumacher

https://www.youtube.com/watch?v=UuDw6ZYceAs

Jurandir Soares Da Cruz Oliveira · 27 de janeiro de 2015 às 18:46

Por incrível que possa parecer, terminei de ouvir as três partes anteriores nesse final de semana. Quando vi que a quarta parte estava disponível, quase caí pra trás de tanta emoção! Muito obrigado e que a venha a parte 5!

Samuel Bes Kurz · 27 de janeiro de 2015 às 19:16

Ótimo episódio!
Gostaria de parabenizar os senhores pela qualidade e profundidade do conteúdo oferecido, certamente único aqui no Brasil. Minha companhia nas corridas de final de tarde. Parabéns!!

    Carlos Del Valle · 28 de janeiro de 2015 às 14:44

    Obrigado por nos acompanhar Samuel, e por confiar no nosso conteúdo! abraço 🙂

Douglas · 11 de abril de 2016 às 18:38

Excelente podcast!

O aspecto negativo da carreira do alemão é justamente não ter tido um GRANDE rival. Aspecto esse que nada tinha a ver com seu talento e competência.

Façam um especial do Prost, por favor!

Deixe seu Comentário