Para ouvir, clique Play:

Host, Boss, Timoneiro, Contínuo, Editor-Chefe, Asno Volante e Office-Boy:  Carlos Del Valle

Convidados deste programa:

Sérgio Siverly, do Boteco F1

Valesi, do Edição Rápida

Fernando Campos, que pilota o Instagram do PF1BR

podcast patreon 550

Nossos sinceros agradecimentos a nossos amigos que ajudam nosso projeto no PATREON! Saudações a nossos patronos Leandro de Souza, Pablo Ocerin, Eduardo Martins, Rubens Netto, Débora Almeida, Alexandre Pires, Thiago Vilela, Marco Oliveira, Wreygan Gomes, Bernard Port, André Lima, Bruno Shinosaki – Fim do Grid, Bruno da Mata, Claudio Alves, Ricardo Bunnyman, Diego Proença, Marco Santo, Alísio Meneses e Cesar Augusto. Você também pode colaborar com o Podcast F1 Brasil, com quantias a partir de 1 Obama/mês.

Grupo do Podcast F1 Brasil – Roda com Roda no Facebook

suzuka cut crop 2

Sistema de classificação por eliminação: apesar do bom começo, gerou um Q3 patético e foi abandonado após apenas uma corrida

Alonso: acertou a traseira da Haas de Gutierrez na freada

Hamilton: largada Webber-Barrichello, corrida difícil no tráfego

Toro Rosso: pit stop “trapalhões”, esqueceu de buscar um dos pneus médios, acabou com a corrida do Verstappen

Kvyat: zika no sábado, zika no domingo. Suspeita alta de zikavirus

Sauber: corrida anônima com Nasr e Ericsson, prenúncio de ano ruim, inclusive pelo jeito atrás da Haas

Verstappen: de tanto sangue no zóio, acabou rodando e acertando o próprio companheiro de equipe no final

Caixa de brita: transformou o acidente de Alonso de “forte” para “fortíssimo”, ao claramente provocar a capotagem

Vettel: errou, passou reto e perdeu a chance de passar Hamilton no final

Grosjean: fazendo história em sexto, com a estreante Haas

Vettel e Kimi: uma largada histórica e espetacular, colocando a Ferrari em primeiro e segundo no início da prova

Toro Rosso: terceira equipe mais rápida nesta primeira etapa, bem à frente de Williams e Red Bull

Rosberg e Mercedes: após um início difícil, uma dobradinha e um bom começo de temporada na tabela

Grupo do Podcast F1 Brasil – Roda com Roda no Facebook

GASOLINA-STORE-BANNER-JPEG

Email: contato@podcastf1brasil.com.br

Curta nossa página no Facebook

Siga-nos no Twitter e no Instagram

Estamos também na TuneIn Radio e no Stitcher, além do iTunes

Música podsafe / Creative Commons: Brother Love e American Heartbreak

Feed do Podcast F1 Brasil: http://feeds.feedburner.com/PodcastF1BrasilPodcast

Categorias: Podcast

Carlos Del Valle

Podcaster. Imerso em Fórmula 1. Nada mais lógico do que um podcast sobre Fórmula 1.

11 comentários

João Vítor Dieter · 21 de março de 2016 às 1:54

Happy new year

João Vitor Esteves · 21 de março de 2016 às 1:55

The f1 is back *-*

ThIago Gomes · 21 de março de 2016 às 1:58

Que corrida. Que começo de temporada.

Samara Helou · 21 de março de 2016 às 2:03

As crônicas de gelo e fogo. HAHAHAHHA mto bom, ninguém sobrevive no final se pá hein :O kkk

Bruno · 21 de março de 2016 às 7:28

Errata Carlos os acidentes do Senna na peraltada e do Kvyat no Japão foram causados pela barreira de Pneus

Lucas Carvalho · 21 de março de 2016 às 12:11

Acho que se não tivesse a caixa de brita, o Alonso teria voado muito mais longe

Carlos Massarico · 21 de março de 2016 às 15:57

Morei em Melbourne em 2014 e a nostalgia que tenho daquele final de semana em Albert Park é de matar! Muito bom contar com vocês para mais uma temporada! Boa sorte aí, Fernando!

1) Concordo plenamente com o Valesi sobre a qualificação – este “híbrido” entre o novo e o velho sistema foi exatamente o que eu tinha pensando como melhor opção. Q1 e Q2 foram bons sim, tiveram uma dinâmica muito interessante, mas já era previsível que o Q3 seria um anti-clímax, pois independentemente do que acontecesse, apenas dois carros (A.K.A. as Mercedes) chegariam no fim pra “lutar pela pole” – e se o Rosberg não tivesse errado na 1ª tentativa, acho que nem haveria a 2ª (ele voltou para passar as Ferraris e aí Hamílton voltou pra pista para garantir a pole). Mas, também acho que os pilotos/equipes fizeram questão que fosse assim, para melar a mudança – queimaram os pneus macios quando não precisavam (Q1) para ter a desculpa no Q3. Outro problema é que o treino ficaria imprevisível demais – até injusto: não há muito tempo para recuperação, ainda mais com a pista cheia.

2) Na hora achei que a Ferrari errou na estratégia pós-bandeira vermelha, por ter mantido os macios – porém, pensando bem, talvez tenha sido a estratégia mais audaciosa, pensando até em vitória. Se voltasse com os médios, acho que seria barbada a Mercedes passar a Ferrari na pista, aí sem chance de recuperação lá na frente (médio por médio a Mercedes é mais rápida). Mas, a Ferrari de fato não conseguiu abrir o quanto quis para voltar pelo menos próxima das Mercedes com um pneu mais novo para “repassar”. Também atrapalhou o erro no pit-stop e a quebra do Raikkönen, que poderia dar uma segurada nas Mercedes.

3) A mudança do regulamento na escolha dos pneus é sensacional – vai dar uma dinâmica muito interessante para as corridas. A Mercedes já bem mostrou que entrega a rapadura quando pressionada em estratégia (vide Mônaco 2015), então se a Ferrari jogar de zebra em algumas etapas pode quebrar o conservadorismo da Mercedes e levar algumas vitórias.

Everton L S Furlani · 21 de março de 2016 às 16:27

Outra coisa sobre o acidente do Alonso que demonstra um pouco da questão da sorte do piloto e do quanto o carro foi arremessado é justamente que por mais um pouco o carro poderia ter atingido um pequeno trecho de muro existente logo após a barreira de pneus, justamente um local onde provavelmente não se imaginava que pudesse ser atingido e só quase o foi por causa do capotamento.

Leonardo Felix · 21 de março de 2016 às 17:35

Ótimo programa! Uma coisa que eu acho que vcs poderiam ter comentado no programa e colocado até na votação do PodcastF1Brasil foi a belíssima largada do Wehrlein,que pulou de 21° pra 14° e conseguiu manter a posição até a parada,chegando inclusive a andar em 13° e também acabou sendo prejudicado por ter parado antes da bandeira vermelha.

Josué Fraga Costa · 23 de março de 2016 às 22:04

Boa corrida e bom podcast, quase 10.000 downloads

Rafaello Merisi Di Caravagio · 28 de março de 2016 às 11:12

Olá, mais um belo resumo de corridas, parabéns!! Aguardo (caso ainda não tenha sido feito) o especial falando de montadoras, garagistas e a “era das parcerias”!! Parabéns pelo trabalho!

Deixe uma resposta para Samara Helou Cancelar resposta