Para ouvir, clique Play:

Host: Carlos Del Valle

Convidados deste programa:

Valesi, do Melhor Blog sobre Nada

Sérgio Siverly, do Boteco F1

Eduardo Casola Filho,  da rádio Push to Pass

Patetices habituais com erros de gravação no final do programa.

daly1

TRECHOS FAVORITOS DA PISTA

  • Del Valle: Esses da piscina
  • Valesi: La Rascasse
  • Sérgio: Grampo do Grande Hotel (antiga Loews)
  • Casola: Chicane do Porto (já Conor Daly não gosta tanto, a julgar pelas fotos acima)

EFEMÉRIDES OBLITERADAS

  • GP disputado pela primeira vez em 1929
  • Maior vencedor: Ayrton “Mr. Monaco” Senna da Silva (87, 89, 90, 91, 92, 93)
  • Equipe mais vencedora: McLaren (15 vezes)
  • Percurso total 260km (caso único na Fórmula 1)
  • Recorde: Schumacher 2004 (1:14.439)

CORRIDAS FAVORITAS

DEL VALLE: MÔNACO 2011

  • Acidente de Sergio Pérez na Chicane do Porto
  • Hamilton colisões com Massa e Maldonado
  • Hamilton “comissários são uma piada”
  • Hamilton “talvez por que sou negro”
  • Depois do enrosco, Massa se espatifou no túnel.
  • Final apoteótico, com Vettel, Alonso, Button (Vettel com pneus gastos)
  • Furdunço causado por Sutil, envolvendo Hamilton, Alguersuari e Petrov
  • Em vez de Safety Car, Red Flag porque Petrov sentiu dor nas costas
  • Com isso Vettel trocou pneus, Hamilton trocou a asa traseira, etc.
  • Final sem grandes emoções graças ao “bendito” (#sqn) Petrov.

Melhores Momentos: http://www.dailymotion.com/video/xoinkg_f1-2011-monaco-race-edit-official_auto

CASOLA: MÔNACO 1992

  • Vitória épica de Ayrton Senna
  • Defesa contra Mansell
  • Williams havia vencido todas as provas até então
  • Mansell liderava mas teve um pneu furado
  • McLaren mais larga do mundo

Últimas voltas:

VALESI: MÔNACO 2001

  • David Coulthard da McLaren na pole position, mas fica parado no grid na volta de apresentação
  • Schumacher herdou a ponta e não largou mais
  • Episódio famoso com Coulthard preso atrás da Arrows de Enrique Bernoldi
  • Ron Dennis indignado com Bernoldi
  • Abandono polêmico de Mika Häkkinen
  • Barrichello fechando a dobradinha da Ferrari
  • Irvine no pódio (primeiro pódio da Jaguar)

Melhores Momentos:

SÉRGIO SIVERLY: MÔNACO 1996 

  • Famosa prova no molhado
  • Famosa prova em que apenas quatro carros terminaram
  • Michael Schumacher andando de McLaren?!?
  • Coulthard com capacete emprestado
  •  Schumacher larga na pole, mas bate sozinho ainda na primeira volta;
  • Frentzen pressiona Irvine durante muito tempo, até bater na traseira da Ferrari e obliterar a própria corrida
  • Jean Alesi lidera, mas também tem problemas e abandona
  • Damon Hill ganharia com o pé nas costas, mas o motor explode
  • Panis e Irvine se chocam no Grand Hotel
  • Villeneuve levanta a Jordan de forma bizarra
  • Panis vence e dá a volta da vitória com a bandeira da França

Acidente mencionado no programa: pancada fenomenal de Derek Daly na St. Devote:

Outro acidente, desta vez com o filho de Derek (Conor Daly), na chicane do Porto contra o russo psicopata:

Boteco F1 Especial Grande Corridas: Mônaco 1984

Email: contato@podcastf1brasil.com.br

Curta nossa página no Facebook

Siga-nos no Twitter

Estamos também na TuneIn Radio e no Stitcher, além do iTunes

Música podsafe / Creative Commons: Brother Love e American Heartbreak

Feed do Podcast F1 Brasil: http://feeds.feedburner.com/PodcastF1BrasilPodcast

Categorias: Podcast

Carlos Del Valle

Podcaster. Imerso em Fórmula 1. Nada mais lógico do que um podcast sobre Fórmula 1.

38 comentários

raphaelwilker · 19 de maio de 2014 às 12:53

Os meus gps de Mônaco favoritos são o de 96 e de 92

GEcKoDriver · 19 de maio de 2014 às 12:57

Mônaco me lembra o dedinho nervoso do Alonso depois da confusão com R. Schumacher no túnel, hehehe

    Carlos Del Valle · 19 de maio de 2014 às 13:41

    Verdade, pancada e tanto aquela… O túnel é tratado por muitos como uma reta torta, mas ele morde às vezes Vídeo:

Eduardo Casola Filho · 19 de maio de 2014 às 13:29

E de Mônaco 1992, não podemos esquecer de Roberto Pupo Moreno colocando uma Andrea Moda no grid de largada! Esse foi tão épico quanto a vitória do Senna

Andre Tachibana Kranz · 19 de maio de 2014 às 13:44

Rafael Wilker queimou a largada – está sob investigação!

Sérgio Siverly (@SergioSiverly) · 19 de maio de 2014 às 15:26

Acidente do Sergio Perez:
http://youtu.be/QOM5SzxEFGU

Valesi · 19 de maio de 2014 às 15:26

Teria Rafael Wilker informações privilegiadas?

Sérgio Siverly (@SergioSiverly) · 19 de maio de 2014 às 15:27

Trulli e Chandock em 2010:
http://youtu.be/p0gcprPkmY0

Sérgio Siverly (@SergioSiverly) · 19 de maio de 2014 às 15:28

Sergio Perez levantando a mão. Cena que impressiona:
http://youtu.be/WS-mV55vdm4

raphaelwilker · 19 de maio de 2014 às 15:42

o Rafael eu não sei mas o Raphael a única informação que tem é de seguir a página do podcast F1 Brasil no facebook. XD.
Só para agregar mais colisões duas, uma falta e outra não:

https://www.youtube.com/watch?v=vZTsv_5kxiU

raphaelwilker · 19 de maio de 2014 às 15:52

Uma coisa que eu estava me lembrando agora é que nesse gp, sempre as equipes ou pilotos vem com alguma capacete, macacão ou pintura especial para prova.
Lembro que teve um dia no qual o Rubinho correu com um capacete do Tony Kanaan e o Tony correu com o Capacete do Rubinho em Indianapolis.
Alias pergunta ai pro Sergio, porque as duas provas acontecem no mesmo dia ?
Lembro também que teve um capacete do Rubinho que era todo preto, mas conforme a temperatura do capacete ia aumentando ele ia revelando as cores que estavam por baixo.
Também lembro de um capacete do Vettel que usava a mesma ideia, mas na verdade ele deixava uma mulher sem o sutiã.

http://msn.foxsports.com/content/dam/fsdigital/fscom/nascar/images/shakeandbake/2013-05-22-Helm-Monaco-03%20%281%29.png

GEcKoDriver · 19 de maio de 2014 às 16:24

A constância de Senna depois de 1988 impressiona. De 89 a 93 são deu ele.

    Carlos Del Valle · 20 de maio de 2014 às 18:52

    Entre 1988 e 1991, só alguma intercorrência tiraria a vitória de Senna. Em 1988 isso aconteceu… Já em 1992 e 1993 as vitórias foram herdadas, não que não seja merecido, mas já tem mais sorte envolvida…

Cezar Mariano · 19 de maio de 2014 às 20:00

Tirando as corridas epicamente épicas o que mais me lembro de monaco foi o pesadelo do Coulthard atras do Bernold em 2001, a narração em Holandês é impagável, mesmo entendendo nada você ri Litros.

Ruim mesmo foi pro Bernoldi, dizem as mas línguas que houve um lobby violento promovido pelo Ron Dennis.

    Carlos Del Valle · 19 de maio de 2014 às 20:34

    Também já ouvi falar dessa teoria sobre a carreira do Bernoldi ter empacado, interessante…

      raphaelwilker · 19 de maio de 2014 às 20:52

      Mas ai também não foi um pouco de culpa do Coulthard e da McLaren que não souberam trabalhar para que ele consegui-se a posição ?

        Carlos Del Valle · 19 de maio de 2014 às 20:58

        Com certeza, se o carro não morresse na volta de apresentação, nada daquilo teria acontecido…

Eduardo Casola Filho · 20 de maio de 2014 às 3:02

Deixo um desafio para vocês: Como vocês acham que o Ivan Capelli estaciona seu carro na Rascasse? Vejam e aprendam

Mateus Gomes · 20 de maio de 2014 às 3:12

Salve cabeças de gasolina!

O GP de Mônaco mais foda que eu vi, definitivamente foi o de 2010, em uma dobradinha da Red Bull com o Webber vencendo a prova. Mas além disso o que mais me chamou a atenção foi a impecável atuação do Alonso, ele largou dos boxes e chegou em 6º. Ele começou uma escalada impressionante passando todo mundo na saída do túnel, bem na freada da chicane, um por um (as vezes 2 de uma só vez). Em uma volta ele se aproximava do carro a frente e na volta seguinte ele ultrapassava!
Foi incrível e nunca me esqueci dessa corrida!

Forte Abraço!

    Carlos Del Valle · 20 de maio de 2014 às 19:00

    Verdade Matheus, a recuperação do Alonso foi fenomenal, e se não me engano foi nessa corrida que o Schumacher tentou “jantar” o Alonso na relargada quando o Safety Car saiu. Sempre me lembro da imagem com a Ferrari do Alonso balançando a traseira com as rodas patinando, o espanhol visivelmente surpreso com a tentativa de Schumacher, que no fim das contas era proibida pelas regras…

    Obrigado pelo comentário, inclusive mencionamos essa corrida no programa, na parte em falamos do encontro Di Grassi vs. Alonso, e suas similaridades com Bernoldi vs. Coulthard. Por outro lado, por mais genial que Alonso seja, ele cavou a própria sepultura ao se espatifar no FP3, numa corrida que poderia ter vencido, e perdendo pontos que foram fatais no fim do campeonato (Mônaco e Silverstone foram corridas em que eu considero que os erros que Alonso cometou eram relativamente “evitáveis”).

    Caraca, que resposta quilométrica, sorry… 😛

Rodrigo Maffessoni · 20 de maio de 2014 às 6:40

O pessoal poderia fazer uma vaquinha e comprar um headset pro Eduardo, porque tá difícil de entender o que o cara fala, só de fone e volume alto.

    Carlos Del Valle · 20 de maio de 2014 às 19:23

    Obrigado Rodrigo por avisar, e felizmente o Eduardo já está com equipamento bem melhor, o problema é que esse programa foi gravado em março. Acabou sendo uma viagem no tempo que incluiu uma visita ao antigo setup do Eduardão, que já passou por um upgrade bacana…
    abraço 🙂

Tiago Oliveira · 20 de maio de 2014 às 12:04

Eu ja tive a felicidade de estar em Monaco, nao em um GP, mas numa viagem de moto. Estava no Vale D`Aosta na Italia e pensei “pq nao dar uma chegada em Monaco?”. Depois de ser estuprado pelos pedagios italianos, cheguei até o principado, e estava procurando onde seria o tracado da pista, quando, ao virar uma esquina estava em plena curva do hotel, que mantem sempre a zebra, e umas curvas depois estava entrando no túnel ( eu fiz questao de fazer a técnica do olho fechado, que sempre achei q era do Emerson, nem do piquet nem do Stewart), e dei 1 volta cronometrada no tracado inteiro (levei 10 minutos, digno de uma Andrea Modena conduzida pelo De Cesaris). Quase todo o tracado é trafegável, menos a chicane da piscina que vira contra-mao em um trecho. Foi um dos grandes momentos da minha vida.

Foi quando eu me dei por mim e vi que eu era um paulistano andando de honda 125 nas ruas de monaco. E comecei a buzinar pras cocotas do principado,andei até no corredor entre aston martins e maserattis. Voce sai de Diadema, mas Diadema nunca sai de voce.

Estou torcendo pro Maldonado batizar o troféu Burrico no Volante, e acho que pra Monaco a Lotus vai colocar um bico de playmobil no carro dele pra evitar desperdício.

Minha favorita também é a corrida de 96, foi um lindo carmagedon ganho por uma equipe pequena e piloto pouco expressivo, como nao amar?

    Carlos Del Valle · 22 de maio de 2014 às 12:06

    Cara você foi nomeado cabeça-de-gasolina MASTER depois de buzinar para as cocotas de Mônaco 🙂

Fabiano Forte · 21 de maio de 2014 às 12:03

A minha favorita foi a de 92, mesmo! Especialmente porque havia torcida contra o Senna (longa história) e eu, que já estava torcendo a favor, fui só torcendo cada vez mais, e deu que, quando acabou a corrida, eu estava sem voz!

    Carlos Del Valle · 22 de maio de 2014 às 11:57

    Nossa deve ter sido uma treta sinistra, assistir com alguém torcendo contra o Senna… 😛

Sérgio Siverly (@SergioSiverly) · 21 de maio de 2014 às 19:43

Série #GrandesCorridas comentada no programa:

Rafael Yokota (@rafah_yokota) · 22 de maio de 2014 às 10:14

Agora rapidamente, lembro do final do GP de 2010, quando o Schumacher tentou “dar uma de louco” e ultrapassou o Lewis na última curva com o safety car na pista. HAHA

    Carlos Del Valle · 22 de maio de 2014 às 12:07

    Sim, ele passou o Alonso e foi punido, porque o Safety Car só sai na última volta para não sair na foto. Foi uma cena épica, com o Alonso patinando desesperadamente…

Cristiano Seixas · 25 de maio de 2014 às 2:27

Ola cabeças de gasolina do apocalispse;

Eu acompanho o Credencial do Ico e descobri vcs através dele, e gostaria muito de lhes dar os parabéns, o podcast f1 brasil é sensacional, em 1 semana já ouvi vários e até cito meus pods favoritos : 15, 25, 28, 29, 44, 53 e 64.

Que bom encontrar pessoas que gostam e falam de F1 !!!!!!

Grande Abraço do mais novo cabeça de gasolina,

Cristiano Seixas

    Valesi · 25 de maio de 2014 às 2:31

    Pô, Cristiano, seja bem vindo! Puxe uma cadeira, abra uma cerveja e se considere um cabeça de gasolina!

Deixe seu Comentário