Para ouvir, clique Play:

massa flip

Host: Carlos Del Valle

Convidados deste programa:

Valesi, do Melhor Blog sobre Nada

Eduardo Casola Filho

Nosso grande Sérgio Siverly, do Boteco F1, não pôde estar conosco mas estará novamente presente no próximo programa…

but ham germany

Neste programa estão incluídos os resultados da enquete dos Troféus, esperamos que você tenha votado, se não votou, a Hungria está aí…

Feedback dos ouvintes. Patetices habituais nas sobras de gravação no fim do programa.

KVYAT FIRE

Ouvinte da semana:

  • Emilio Rodrigues

JUMP START:

  • Especial pré GP da Alemanha: Raphael Wilker
  • Votação dosTroféus de hoje: Luis Eduardo Fernandes

massa magnussen crash batida

  • Massa – outra corrida terminando na primeira volta
  • Kimi Raikkonen – ultrapassado por todo mundo, não chegou nem nos pontos
  • Sutil – rodada na última curva
  • Kvyat – bom treino no Q3, mas entregou a rapadura contra Perez
  • Hamilton – após o azar no treino, uma corrida épica
  • Bottas – belo segundo lugar, evoluindo no campeonato
  • Alonso – batalha épica contra Ricciardo, sempre entregando o resultado
  • Ricciardo – prejudicado no acidente da largada, corrida épica remando no pelotão
  • Magnussen – mesmo em último após o acidente com Massa, remou e chegou em nono, logo atrás do companheiro de equipe Button
  • Hulk – sempre entrega

“Jogo de Duplas pela Cerveja” (Del Valle e Kvyat contra Valesi e Vergne):

DELVAS KVYAT VALESI VERGNE

Cornetagem ferrarista no Mundial de Construtores

Troféus (Asno Volante, Melhor Piloto)

Relatório do GP da Alemanha no Portal F1 Brasil.

Email: contato@podcastf1brasil.com.br

Curta nossa página no Facebook

Siga-nos no Twitter e no Instagram

Estamos também na TuneIn Radio e no Stitcher, além do iTunes

Música podsafe / Creative Commons: Brother Love e American Heartbreak

Feed do Podcast F1 Brasil: http://feeds.feedburner.com/PodcastF1BrasilPodcast

Para compartilhar:


Carlos Del Valle

Podcaster. Imerso em Fórmula 1. Nada mais lógico do que um podcast sobre Fórmula 1.

32 comentários

GEcKoDriver · 21 de julho de 2014 às 5:19

Bernie says: “Drive safely, and head up”
Primeiro o Gutierrez. Agora o Massa. Se essa moda pega….

Gustavo Thome · 21 de julho de 2014 às 10:16

Podcast madrugador, esse

    Valesi · 21 de julho de 2014 às 10:39

    Mais rápido que a corrida do Massa.

    Carlos Del Valle · 21 de julho de 2014 às 13:13

    Realmente, este deve ter sido nosso recorde 🙂

Tiago Oliveira · 21 de julho de 2014 às 11:13

Reitero o Burrico pro Sutil, o cara fez uma cagada bizarra numa curva facil, coisa dificil de se ver na F1 atual, e ainda depois no radio soltou um “hmm, nao sei, acho que tem algo errado com o carro”, eu acho que deixaram o carro na pista pq os engenheiros viram que naquele momento o erro tinha abandonado o carro. Torci pra volta do Sutil quando ele foi tirado politicamente da Force India em prol de um insosso Di Resta, mas pelamordedeus, esse cara está sendo pra ser um dos piores pilotos do ano. A Sauber está na posicao humilhante que está pq muitas vezes os pilotos nao fazem o básico, que é trazer o carro pra casa, e batem sozinhos em lugares que ninguem conseguiria bater.

E o melhor da corrida pra mim foi o Bottas mesmo, o cara fez um fim de semana muito bom, já é o primeiro piloto do time, e segurou a segunda posicao com culhoes e sem pneus. O Hamilton só pelo azar do sabado nao merecia ser o melhor da corrida, a nao ser que tivesse ganho. afinal ficar em terceiro com uma Mercedes numa pista que é perfeita pra eles, nao é um grande resultado. O Rosberg é q conseguiu criar um aquario perfeito pra ele nadar, deixando o companheiro mais talentoso cozinhar na mesma água q ele nada.

Podiam mencionar a Suzie Wolf, q fez um treino muito bom e andou bem proximo do Massa na sexta, e trouxe o carro pra casa, uma excelente participacao pra qualquer piloto, Voces podiam dar uma pincelada pelo menos na GP2, o Nasr fez uma bela corrida tambem.

Aliás a Williams toda (quase toda..) ta muito bem, e isso só aumenta a pressao pro Sr. Barriga. A pole dele foi realmente importante, mas foi até agora a unica performance realmente positiva do ano até agora. Se a Williams tivesse colocado o Hülkenberg de volta, talvez eles estivessem sólidos como segunda forca do campeonato. Esse ano tá mostrando tambem que o Sir Frank Williams entende de trazer talentos pra pista, e o Bottas vem se somar a Button, Rosberg, Hülkenberg, Maldonado (SIC, afinal ganhou uma corrida) e até o Nakajima (em Le Mans), todos que comecaram na Williams e se mostraram bons pilotos com o tempo e, pelo que se desenha, dois campeoes mundiais.

Pra Hungria, a pista é do clube Hockenheim-Red Bull Ring, e acho q vai dar Mercedes e Williams novamente, com a diferenca de que pra se ultrapassar na Hungria é dificil, por isso o comandante Amilton tem que criar seu aquario pessoal e tentar fazer um fds todo corretamente, sem bobagens dele ou do time, coisa que ele nao está conseguindo fazer esse ano, e que está cobrando o preco.

Finalizo dizendo que Hamilton merece esse campeonato por ser mais piloto inegavelmente, e que se ele conseguir ser “Hamilton”, tem tuod pra por a Barbie no bolso, ou melhor, Barbie no calabouco do Thundercats, que era oq um moleque de verdade faria.

    Carlos Del Valle · 21 de julho de 2014 às 13:07

    1. velho, a Williams com Bottas e Hulk seria épica
    2. acho que a Red Bull vai dar uma reagida para a Hungria

    Eduardo Casola Filho · 21 de julho de 2014 às 14:39

    Alguns pontos:

    -Como falei no podcast, a batata do Sutil tá assando. A própria equipe já não tem mais paciência com ele. O Victor martins até pontuou os problemas dele.

    http://victormartins.warmup.com.br/2014/07/20/hoje-e-dia-de-hockenheim-bebe-2/

    -Seria legal mencionar a Susie Wolff e a GP2, até podemos anotar isso no caderno. Mas como a gente precisa limitar o tempo para não estender demais o programa, Tem que focar mais nos quadros fixos, como os troféus, o Caduns e a Corneta. E fora que o GP da Alemanha teve muita coisa para contar.

      Tiago Oliveira · 22 de julho de 2014 às 11:34

      Os caras terem colocado o sofrivel mas genro de milionario Van de Garde pra testar na inglaterra já era pra testar se o sorriso do sr Burns ficava bom num carro cinza. Sorte do Sutil que o cara fez o favor de quase dar uma perda total na barata.

    Eduardo Casola Filho · 21 de julho de 2014 às 14:47

    Quanto a Hungaroring, o Downforce tem um peso bem maior que o motor, ao contrário das últimas pistas. Então é mais provável que a Red Bull seja a segunda força em vez da Williams. Mas as coisas podem ser diferentes na corrida.

Fabiano Forte · 21 de julho de 2014 às 11:58

Gente, na boa: se um carro atravessado na pista não é motivo para um Safety Car, então, a FIA pode devolver aquela Mercedes para a fábrica!
E o Raikkonen só mostra atitude para reclamar com a equipe! Tinha que mostrar isso na pista!

    Fabiano Forte · 21 de julho de 2014 às 11:59

    E, sim, se fosse o Hamilton em primeiro, o SC tinha entrado!

    Carlos Del Valle · 21 de julho de 2014 às 13:06

    Como diria Edu Casola Filho, “no mínimo estranho”

      Tiago Oliveira · 22 de julho de 2014 às 11:40

      Eu acho q o Charlie Whiting tinha tomado uma coisa que é tradicional ali de perto de Hockenheim, Apfelwein, e tava no meio de um processo digestivo externo naquelas 3 voltas, é a única explicacao.

Anthony Santos (@anthonysds) · 21 de julho de 2014 às 12:29

Conferir se alguém usou Flip Massa no podcast.

    Carlos Del Valle · 21 de julho de 2014 às 13:06

    Hahaha minha nossa, não pensamos nessa! Mas acho que o nome de arquivo de uma das fotos é MASSAFLIP, serve?

Geckodriver · 21 de julho de 2014 às 12:51

Na verdade os comissários estavam deixando a coisa rolar nesse GP. A batida de Massa sem punições (a meu ver, alguém poderia ter evitado a batida), um monte de toques pelo caminho, a rodada da sauber… Será que tudo isso foi pra facilitar a vida do Rosbife?

Pedro Rossi · 21 de julho de 2014 às 17:48

Pô, nem me citaram no meu ultimo jump start! SACANAGI! HAUHEUAHUEHUAE

Na Hungria, vale ressaltar a ultrapassagem mais linda da história, em cima de um dos maiores pilotos da história – o maior, para muitos – Ayrton Senna.
1986.
Piquet por fora, em sua Williams FW11. Senna colocando o carro mais para o centro da pista, em sua Lotus 98T. O fato é que na volta anterior. o Piquet tinha tentado uma ultrapassagem pelo lado sujo da pista, e o Senna tinha fechado a porta.
Então ele passou uma volta limpando os seus pneus, e tentou a manobra por fora, na volta seguinte.

Nas palavras do próprio: “Ultrapassei por fora, patinando com as quatro rodas, e ainda mandei um gesto bacana… mandei ele tomar no cu.” Piquet, Nelson. (Era dos Campeões)

Nas palavras do grande Jackie Stewart: “Foi como fazer um looping com um Boeing 747. A manobra mais bonita que já vi na Fórmula 1”

E dessa forma, Senna foi coroado.

    Carlos Del Valle · 21 de julho de 2014 às 18:03

    Bem lembrado, seu comentário já serve como Especial Pré-GP da Hungria, já que não haverá programa. Um detalhe interessante é que naquela época a curva 1 era em formato de ferradura, mais arredondada, em forma de “U”. Depois ela foi reformada para fazer a freada ficar mais forte e aumentar a chance de ultrapassagem (de 0,006% para 0,007%)

      Tiago Oliveira · 22 de julho de 2014 às 13:18

      Hungria é um circuito legal de pilotar sozinho, é bastante seletivo, mas pra ultrapassar é uma droga. Mass a vantagem é que se alguem conseguir escalar, seja por posicao de largada, seja por estrategia, dificilmente vai ser ultrapassado, pq basta adiantar a freada ou ir um pouco mais ao centro que é facil de se defender. A minha favorita lá foi a de 97, com a vitória moral do Hill com uma Arrows-WTR.

        GEcKoDriver · 22 de julho de 2014 às 13:24

        Realmente. Hill merecia aquela vitória pois correu muito com um carro fraco. Torci muito pra ele, mas não deu. Aquela corrida ficou pra história.

    Du Patriota · 22 de julho de 2014 às 16:05

    É Senna conseguindo segurar uma Williams com uma Lotus e fazendo o cara sofrer pra ultrapassar ele, Foi coroado mesmo, será que 86 eles já eram “Mui amigos” ?

Pedro Rossi · 21 de julho de 2014 às 17:55

Se bem que nem adianta. A carreira do Massa descreve bem a minha vida. O famoso nada, nada e mesmo assim morre na praia.
Sofro bullying até entre os gearheads!

Só não vou me matar porque quero ver o desfecho do mundial de pilotos, esse ano. rs

Eduardo Bacelar · 22 de julho de 2014 às 19:11

Vai ter Especial Schumacher 3 agora nas férias????

    Valesi · 22 de julho de 2014 às 19:12

    Se São James Hunt quiser, vai!!!

Pedro Rossi. · 26 de julho de 2014 às 11:32

“Ter que economizar combustível e pneus não me parece algo normal para um piloto.” – J.E Vergne

    GEcKoDriver · 26 de julho de 2014 às 13:07

    Ridículo mesmo! É corrida de carros ou teste de resistência? Daqui a pouco vence quem for mais lento, não mais rápido.

Pedro Rossi · 27 de julho de 2014 às 14:12

Que temporada, caras. Que temporada! É bom quando você tem uma briga acirrada por títulos, e brigas por todo o pelotão.
Depois de um domínio quase que absoluto do Vettel, essa temporada anda lavando a alma da F1.
É uma daquelas temporadas clássicas, com dois pilotos da mesma equipe, soberanos, brigando pelo título. E esporadicamente alguém aparece e rouba a cena, e mostra que tem potencial para ser campeão.
Mas é uma temporada que não tem como dizer, com certeza, quem vai ser campeão.

A Cruel Matemática de Massa e Kimi | Podcast F1 Brasil · 22 de julho de 2014 às 17:26

[…] nosso programa de ontem, nosso comparsa Valesi fez uns cálculos de quantos pontos de cada equipe são devidos a cada […]

Deixe seu Comentário