Para ouvir, clique Play:

lewis nicole kiss beijo

Host, Boss, Timoneiro, Contínuo, Editor-Chefe, Asno Volante e Office-Boy:  Carlos Del Valle

Convidados deste programa:

Sérgio Dias, do Boteco F1

Valesi, do Melhor Blog sobre Nada

Eduardo Casola Filho , da Estante do Casola

felipe massa galvao bueno

Neste programa estão incluídos os resultados da enquete dos Troféus, esperamos que você tenha votado, se não votou, faltam apenas 110 dias para você ajudar a eleger os melhores e piores do GP da Austrália de 2015…

Feedback dos ouvintes. Patetices habituais nas sobras de gravação no fim do programa.

nico

JUMP START (primeiro comentário):

  • Crônicas de Yas Marina: Mateus da Art Color Gráfica, também conhecido como Mateus Ferreira
  • Votação dos Troféus: Andre Tachibana Kranz

OUVINTE DA SEMANA: Pedro Brocch

TÓPICOS:

  • O grande medo da Mercedes aconteceu: a confiabilidade decidiu o título
  • Largada de Rosberg configurando a síndrome de Webber-Barrichello
  • Ferrari e McLaren abraçadas do atoleiro
  • E a Sauber terminaria zerada este ano, se não fosse nosso ponto honorário
  • Vettel mais uma vez como escudeiro de Ricciardo
  • Largada de Bottas configurando a síndrome de Webber-Barrichello
  • Felipe Massa, grande corrida
  • Lewis Hamilton, bicampeão, e primeiro campeão pela Mercedes desde Juan Manuel Fangio
  • Williams, com dois pilotos no pódio
  • Grande temporada de 2014! Já estamos na contagem regressiva para 2015 (faltam 111 dias para o GP da Austrália)
  • Rosberg, apesar da má largada, uma corrida de muita luta com uma Mercedes aleijada
  • Force India, com dois pilotos marcando bons pontos
  • Button, outro bom resultado, mostrando para a McLaren que ficar com Magnussen pode ser um erro

“Jogo de Duplas pela Cerveja”: temos que achar outro para 2015.

DELVAS KVYAT VALESI VERGNE

Cornetagem ferrarista no Mundial de Construtores (a última de 2014). Quem pilotará corneta em 2015?

Troféus (Asno Volante, Melhor Piloto)

Aguardando relatório do GP no Portal F1 Brasil.

Camisetas de F1 na Gasolina Store (Loja Online Oficial do PF1BR)

Press Release com Declarações de Todos os Pilotos

Email: contato@podcastf1brasil.com.br

Curta nossa página no Facebook

Siga-nos no Twitter e no Instagram

Estamos também na TuneIn Radio e no Stitcher, além do iTunes

Música podsafe / Creative Commons: Brother Love e American Heartbreak

Feed do Podcast F1 Brasil: http://feeds.feedburner.com/PodcastF1BrasilPodcast

Para compartilhar:


Carlos Del Valle

Podcaster. Imerso em Fórmula 1. Nada mais lógico do que um podcast sobre Fórmula 1.

20 comentários

Matheus Rovani · 24 de novembro de 2014 às 1:33

eitcha lele é pole

BSCury · 24 de novembro de 2014 às 1:56

Pensei que iria ganhar pelo menos um troféu jump start! Kk

Enzo Victorio · 24 de novembro de 2014 às 2:58

“Massa is faster than you” Kkkkkk

Cristiano Seixas · 24 de novembro de 2014 às 7:26

Efemeride : a ultima temporada que terminou sem vitoria de Ferrari e McLaren foi 1980 ….

Igor Renard Cruz · 24 de novembro de 2014 às 8:57

Diz aê pessoal do Podcast F1 Brasil! Ótimo programa, já senti um certo olhar para o ano que vem. Parabéns em primeiro lugar ao campeão do mundo, Hamilton. Sempre fui torcedor do inglês, mas fiquei com uma certa reserva pelas suas reclamações constantes este ano. De qualquer forma, ele foi mais consistente e mereceu a vitória. Não sou do pachequismo, mas cabe ressaltar a corrida do Massa. Para mim, foi a melhor corrida dele no ano, consistente durante toda a corrida. Por fim, parabéns pelo ano de vocês, grandes programas, ótimas discussões, muitas informações.

Valeu!

Sr. Deniro · 24 de novembro de 2014 às 10:13

Eu acho que 2 s foram perdidos justamente por não ter antecipado em duas voltas o ultimo pit do Massa.
Nessas duas voltas, se nao me engano, lewis subiu de 6s baixo para 8s alto a distancia para o Felipe…mas ctz que foram 2,5 s mais ou menos…

Massa rodou 14 voltas com supermacios e tanque cheio,só que parou no pit, salvo engano, a 13 ou 15 voltas do fim…porem de tanque vazio.
Podem me chamar de idiota, mas acredito fielmente que se o pit fosse adiantando em duas voltas, Massa estaria na cola de Hamilton a duas voltas do fim.

Se iria passar eu não sei, mas a chance estaria lá, FATO!

    Sérgio P. Dias (@sergiopdias) · 24 de novembro de 2014 às 15:22

    Concordo totalmente contigo, Senhor Deniro!

      Sr. Deniro · 24 de novembro de 2014 às 16:52

      Boa Sergião…como comentei abaixo pro Casola, o negocio é cair de pé, kkk.

    Eduardo Casola Filho · 24 de novembro de 2014 às 15:42

    Desculpe, mas eu não vou concordar contigo. O Hamilton tinha reserva para fazer o tempo até melhor. Podem fazer as contas que quiser, mas não daria pro Massa de nenhum modo.

    A Williams fez o que tinha de fazer de qualquer forma.

      Sr. Deniro · 24 de novembro de 2014 às 16:51

      Grande Casola…
      Entendo o ponto de vista, mais do que isso, respeito absurdamente.
      Na verdade nunca saberemos o que aconteceria…se parasse duas voltas antes, se não parasse, como dizia minha vozinha:
      “Plantei um pé de se e colhi bastante nada.”
      (E como sabemos pelo Rubens e Galvão, sabedoria das vozinhas não se discute.)

      Mas eu como piloto veterano (de simulador,kkk) , arriscaria ou parar duas voltas antes, ou mesmo nem parar e ficar fechando a porta para o Hamilton…ele não iria entrar em disputa acirrada (como vcs mesmo disseram).

      Minha analise seria a seguinte:
      Tenho 16 s alto para ele, 11 voltas pro fim, meu pit com saída beira 29s…volto a 12 ou 13 s se parar agora.
      Eu rodei 14 voltas com supermacios de tanque cheio, in hammer time, com a pista mais quente…Lewis não quer encarar disputas pois já tem o caneco, eu não tenho nada a perder e não venço a vários anos, já fui chinelado em pontos pelo meu companheiro e não mudarei esse resultado, LET’S CLEAN THE PLACE OUT!
      (E como profissional espetacularmente gabaritado, faria isso na curva 15, descendo marcha, em um milionésimo de segundo, kkk.
      É uma pena inestimável a F1 não ter conhecido o meu talento, além de uma perda incalculável para nação, UAHUAuha)

      Pode ser loucura a minha linha, mas seria a minha escolha…até porque eu saberia que carro por carro, a Merça me engole…jamais conseguiria tirar 11 s em 11 voltas!
      Meu negocio é morrer tentando, kkk, mas não que isso seja o certo né…se fosse provavelmente estaria por lá, não aqui,kkk.

      Sempre bom trocar figurinhas com o pessoal do esporte a motor.

        Podcast F1 Brasil / Carlos Del Valle · 24 de novembro de 2014 às 17:20

        Curva 15 é sinistro hein, vc quer dizer aquela primeira perna de alta? É um bom lugar para preparar o bote para a freada para a 17… Só tem que cuidar para não dar um Rosberg/Karthykeyan HUEHEU

          Sr. Deniro · 24 de novembro de 2014 às 17:58

          Essa mesmo…
          é que da 15 até o fim da 18 é praticamente uma curva só (mesmo formando um S de 4 curvas, a tomada da tangencia inicial é na 15, quando sutilmente se da uma levantada de meio milimetro no acelarador, acelera e respira na 16, e na tomada da 17 começa a descer marcha e bombar o freio de leve por boa parte da tomada…a 15 é o ápice da concentração.
          Nem lembrava do Karthykeyan, outra “LEGENDA” do esporte, kkkk.

          Oh pessoal, não abandona o roda com roda não!
          Entro todos os dias no canal do yt e nada…
          Projeto promissor, não pode desanimar.

          Aproveitando o gancho com o modera, vcs podiam migrar para o Disks nos comentários (se é que isso é possível).
          Por la da pra mandar imagens, tem notificação de respostas, simples e fácil, tudo direto no site…ajuda bastante a fortalecer uma comunidade como a que se inicia aqui.
          (Eu mesmo já fiz varias montagens zueiras da F1 e ficava na sede de mandar pra vcs.)
          Tem muita gente que não é de usar a rede do passarinho, ou a das fotos, ou essas coisas da maça… vamos “agregar valor” a esse site que deu show em 2014, vcs foram a Williams da cobertura automotiva Brasileira.

          Abraço a família Roda com Roda

        Eduardo Casola Filho · 24 de novembro de 2014 às 23:56

        Tranquilo. Cada um com seu pensamento. Você tem a sua razão, mas acho que, independente do que a Williams fizesse, o resultado seria o mesmo.

        E chegar cinco décimos, três ou dez segundos, não ia fazer diferença nenhuma. Acho que a reclamação não procede, mas entendo seu ponto de vista.

          Sérgio P. Dias (@sergiopdias) · 25 de novembro de 2014 às 13:22

          “Plantei um pé de se e colhi bastante nada.” Essa vai para o livro de frases para nunca mais esquecer.

Andre Tachibana Kranz · 24 de novembro de 2014 às 11:51

Hamilton virou uma LEGENDA – hahaha
A equipe rindo do Maldonado em chamas coroou o selo Pastor Maldonado de periculosidade – lembrei de Nick Heidfeld

Mateus Ferreira · 24 de novembro de 2014 às 15:55

Poderia dar um ASNO VOLANTE para o Galvão por causa de usar o Google Tradutor e traduzir o Legend do rádio do Hamilton para Legenda. KKKKKKKK…
Sobre a estratégia da Williams, o Massa voltou 11 segundos atrás do Hamilton. Se tivesse parado antes, 2 ou mesmo 3 voltas, imagino que ele voltaria a uns 8 ou 7 segundos, ele ia ter um pneu em melhores condições e acredito que teria condição para passar. Depois era segurar o ataque do inglês, mas enfim. Valeu o segundo lugar.
Mas que deu pra ficar “será que dá? Será que é hoje?” ah, isso deu. Curti demais a corrida.

    Sr. Deniro · 24 de novembro de 2014 às 16:59

    Eu defendo piamente que o troféu seja definitivamente batizado de…

    “Troféu Galvãomaldonado de periculosidade”

    No máximo iria acrescentar os dizeres…
    “in memoriam De Cesaris
    Um produto com selo Rede Globo de qualidade”

Tiago Oliveira · 25 de novembro de 2014 às 15:26

Foi um final de ano morno pra um ano bem legal. O que foi até legal foi esse lance da pontuacao dobrada, apesar de ser um esquema meio Nascar, pelo menos a gente ficou interessado até a ultima corrida, e ela acabou nao sendo injusta (por pouco, pq se a pane no ERS fosse com o Hamilton, teria sido bem diferente).

Ano que vem a tendencia é ter outo dominio da Mercedes. Mas acho que a Mc Laren pode surpreender, nada de competir pelo titulo, mas acho que sera melhor doq a gente pensa. O problema deles é serem um monstro sem cabeca, e o Alonso nao parece ser o melhor dos super bonds pra colar as pecinhas necessarias.

A Williams teve esse ano varios fatores que acabaram privilegiando, inclusive a grana da rescisao de contrato do Maldonado, mas se beneficiaram tambem pela desgraca alheia. Uma equipe que tem tudo pra ressurgir ano que vem é a Lotus. Os caras sofreram esse ano já sabendo de antemao, gracas aos problemas financeiros que vieram se desenhando desde o comeco de 2013, e culminaram com a saida do Räikkonnen e a preparacao pra 204 foi bem problematica, que veio com a cobertura de um motor xoxo e um projeto aerodinamico muito arriscado que deu Xabu. Ano que vem os caras ja estarao com um pacote muito melhor, principalmente financeiro e de mtoro. E o folego da Williams vai depender de um patrocinio mais voluptuoso do que a Martini garantiu (o Nasr ta levando o BB pra Sauber e eles correram sem ninguem reluzindo no sidepod o ano todo).

A Force India tambem esta apostando bastante em 2015, mantendo uma estrutura tecnica bem solida e um pacote de patrocinio ja garantido pro ano todo, coisa rara hoje em dia.

A Ferrari está afundando e o Vettel parece estar indo pra lá só pra tentar fazer o “gol de goleiro” dele, pq é um dos poucos desafios pra ele que parece realmente empolgador o Hessense. E quem ta indo junto com o latro italiano é a Sauber, que tá no limite de virar uma “nova-submergente”.

Pra cair o dominio da Mercedes o unico que tem alguma condicao é a Red Bull e o Ricardao, que tema inda uma equipe técnica muito boa e está expremento tudo que a Renault puder, e apesar dos problemas dos franceses, competencia pra voltar pro topo esses comedores de brioche tem.

Ano que vem indica um dominio de Sttutgart, com varios caras se engalfinhando logo atrás, como na epoca dos 4 titulos do Vettel, com a diferenca que a dupla de pilotos tem muito mais equilibrio.

Parabens pra voces, esse podcast já é uma Legenda!

William Luis Schafaschek · 25 de novembro de 2014 às 20:44

Temporada fantástica, foi meu primeiro ano de Podcast, o primeiro de muitos eu espero, com essas feras! XD Hamilton confirmou o favoritismo e o piloto que é, não tivemos injustiça no resultado final o que é ótimo, compartilho da mesma opinião do Casola que foi muito feliz ao pontuar que é na corrida que se mostra o real desempenho do piloto, a pole tem seu peso, porém não se compara a uma corrida onde ser constante é o objetivo e onde se separa os campeões dos competidores, e isso o britânico fez com maestria, acrescento as 3 vezes se eu não estiver enganado, que Rosberg foi ultrapassado na pista em condições normais, algo que é muito importante ressaltar já que os principais campeões sempre fizeram isso e é o principal diferencial e competência que um piloto pode provar na F1, isso para quem ainda resiste em aceitar o bicampeonato do inglês e sua sobra contra o seu companheiro de equipe, não tenho nada contra o alemão, porém Monaco e Spa colocariam um parênteses em sua conquista na minha humilde visão, também não lembro do Nico ter conseguido uma ultrapassagem sequer em corridas em cima do Hamilton, isso é claro, tirando problemas mecânicos e de largada do britânico, outros números que não são bem vindos ao Rosberg é as inúmeras vezes em que deixou escapar a vitória quando Lewis tinha problemas e estava fora da briga direta com ele. Entretanto Nico ganhou uma bagagem muito importante que poderá lhe trazer frutos, ou títulos melhor dizendo no videogame! Fiquei muito feliz pela Williams, tomara que se mantenha forte e melhore ainda mais por longas temporadas brigando no topo como equipe grande que sempre foi, resgatou sua força, importância e respeito na categoria, as branquinhas deram show na pista! Mesmo que tenham ficado tristes com o final da temporada, já que: “- Agora que estávamos perto de ganhar uma corrida da Mercedes vocês terminam o campeonato?!” “- Se tem mais uma corrida eu queria ver!” Suspeito… XD Vou torcer muito para que a McLaren e Ferrari sigam o mesmo caminho e voltem a serem as potências que foram no passado, voltem a ser grandes como estamos dizendo, mesmo que o futuro não seja muito promissor. Estou revoltado com a situação do Button, acho uma tremenda falta de ingratidão e respeito com ele, como pessoa e como piloto que foi e é, acho injusto e chega a ser inacreditável, a F1 virou teen agora? Só prefere os novinhos? Experiência e títulos não significam nada? Esses valores não podem se perder, sei que os tempos mudam, mas no passado isso seria motivo de piada! Isso é assunto pra outra discussão e gostaria de saber a opinião dos amigos. Enfim, uma das melhores temporadas que já pude acompanhar tanto pelas corridas, tanto pela opinião de todos vocês, valeu mesmo, precisamos pensar em abrir uma equipe nesse negócio! XD E agora é esperar por 2015 que é logo ali, isso vai voar como um motor Mercedes! Parabéns ao pessoal do PodcastF1, show de roda! O Maldonado está de férias por aí agora, fiquem atentos! #MaldonadoVaiPegarVocê! #Temporada2014! #PodcastF1! #Temporada2015! #Começou! #Viciados! #CabeçasDeGasolina! #RodaComRoda! #109AnosSemCorrida! #ShowDeF1!

Deixe uma resposta para Tiago Oliveira Cancelar resposta