Para ouvir, clique Play:

lotterer selfie

Host: Sérgio Dias, do Boteco F1

Convidados deste programa:

Valesi, do Melhor Blog sobre Nada

Eduardo Casola Filho , da Estante do Casola

O Host habitual Carlos Del Valle estava abrindo um CNPJ para extrativismo mineral das luas de Júpiter. Pode voltar a qualquer momento.

rosberg hamilton spa crash

Neste programa estão incluídos os resultados da enquete dos Troféus, esperamos que você tenha votado, se não votou, Monza está aí…

Feedback dos ouvintes. Patetices habituais nas sobras de gravação no fim do programa.

maldonado crash spa

Ouvintes da Semana: Domingos Lins Jr. e Fred Barcelos

JUMP START (primeiro comentário):

  • Crônicas de Spa: William Schlichting
  • Votação dos Troféus: Eduardo Bacelar

rosberg spa debris antenna rabiola

  • Saída de Jean-Éric Vergne por Max Verstappen na Scuderia Toro Rosso
  • A estranha situação da Marussia com Max Chilton e Alexander Rossi
  • Texto do ouvinte Joshué Fusinato sobre os contrastes entre Max Verstappen e André Lotterer
  • 50ª vitória da Red Bull Racing. Agora é a 5ª equipe mais vitoriosa da história da F1 apenas atrás da Ferrari (221), McLaren (182), Williams (114) e Lotus (79 com Chapman e 81 somadas a Lotus atual). Apontado em excelente comentário pelo ouvinte Cristiano Seixas no post dos troféus.
  • André Lotterer lembrando Michael Schumacher na estreia. Mesmo carro verde, mesma consistência nos treinos e 700 metros na corrida
  • Outra coincidência, um dos patrocinadores da Caterham neste fim de semana era dos energéticos Hype, cujo proprietário é o ex-piloto franco-belga-luxemburguês Bertrand Gachot, o mesmo que pilotava a Jordan em 1991 e foi preso antes do GP da Bélgica, permitindo a estreia do Schumacher
  • Sobre a Mercedes: comentário do cabeça de gasolina André Luiz: “Outra coisa, quero saber até quando vão ignorar o q a Mercedes está fazendo com o Hamilton no podcast, não me venham com conversinha que prejudicaria e etc… Pq isso já aconteceu com o Nelsinho Piquet ou seja isso é uma realidade.”
  • Nico Rosberg erra o cálculo (ou não?) e toca em Lewis Hamilton, provocando o furo no pneu do britânico
  • Felipe Massa e mais uma corrida para esquecer
  • Rede Globo que ainda não sabe usar dois quadros numa mesma tela
  • Scuderia Ferrari se atrapalhando ainda antes da volta de apresentação
  • Mercedes e Lewis Hamilton discutindo o abandono do piloto e deixando para fazê-lo apenas no final da prova
  • Marussia e sua estranha situação entre Alexander Rossi e Max Chilton
  • Excelente disputa entre Kevin Magnussen, Sebastian Vettel, Fernando Alonso e Jenson Button no final da prova
  • Daniel Ricciardo mostrando grandeza e consistência a cada corrida
  • Kimi Räikkónen e talvez sua melhor corrida no ano
  • Valtteri Bottas cada vez mais forte e provando ser um piloto de ponta
  • Red Bull Racing surpreendendo a todos com sua velocidade em retas
  • Jules Bianchi levando a fraca Marussia para o Q2

“Jogo de Duplas pela Cerveja” (Del Valle e Kvyat contra Valesi e Vergne):

DELVAS KVYAT VALESI VERGNE

Cornetagem ferrarista no Mundial de Construtores

Troféus (Asno Volante, Melhor Piloto)

Relatório do GP no Portal F1 Brasil.

Press Releases com Declarações de Todos os Pilotos

Email: contato@podcastf1brasil.com.br

Curta nossa página no Facebook

Siga-nos no Twitter e no Instagram

Estamos também na TuneIn Radio e no Stitcher, além do iTunes

Música podsafe / Creative Commons: Brother Love e American Heartbreak

Feed do Podcast F1 Brasil: http://feeds.feedburner.com/PodcastF1BrasilPodcast

Para compartilhar:


Carlos Del Valle

Podcaster. Imerso em Fórmula 1. Nada mais lógico do que um podcast sobre Fórmula 1.

31 comentários

Pedro Rossi · 25 de agosto de 2014 às 22:58

OPA! Vamos lá!

    Eduardo Casola Filho · 26 de agosto de 2014 às 2:32

    Jump Start! (Esse será mais fácil de falar… 😛 )

    Sérgio Dias (@sergiopdias) · 26 de agosto de 2014 às 16:09

    Vixe, mais um “Rossi”! 😮
    Espero que você seja o mais bem sucedido Rossi ever, Pedro!

    Gratidão,
    Namastê.

      Pedro Rossi · 29 de agosto de 2014 às 1:35

      Infelizmente, cara, eu sou o Rossi menos bem sucedido entre todos os outros citados. Até o Padre Marcelo Rossi está em uma situação melhor. HAHA

Toledano · 25 de agosto de 2014 às 23:17

Sergio, que bom ter você de volta! Senti sua falta, brother. Vou ouvir esse programa com um sorriso no rosto, além do motivo da F1. O vencedor é você.

Vamos que vamos!

    Sérgio Dias (@sergiopdias) · 26 de agosto de 2014 às 16:08

    Obrigado, comandante. Ainda estou em tratamento, mas buscando não parar a vida. Já foram dois meses na cama e decidi fazer da minha vida algo, então, buscando melhorar, nem que seja 0,5% por dia.

    Gratidão pelo carinho!
    Namastê.

raphaelwilker · 25 de agosto de 2014 às 23:18

Baixando e escutando XD.
Já que eu não fui Jump me resta ser 2º :p
Falando nisso será que o Lotter não correu sendo um um possível interesse da Audi na F1 ?

    Sérgio Dias (@sergiopdias) · 26 de agosto de 2014 às 16:10

    Raphael, a Audi na F1 seria algo mítico!
    E o importante é estar conosco na sala da F1.
    Tem café na mesa e pão de queijo no armário, rapaz! 😉

    Gratidão,
    Namastê.

raphaelwilker · 25 de agosto de 2014 às 23:20

Bom correção , meresta ser 3º e subir para o podium.

    Valesi · 26 de agosto de 2014 às 10:01

    Já rola champagne! E, segundo o pessoal do Ultraje, é uma boa colocação.

    Sérgio Dias (@sergiopdias) · 26 de agosto de 2014 às 16:12

    Estou a pensar que música é essa do Ultraje.
    Até o momento, me sinto no “Qual é a Música”!
    😀

      Carlos Del Valle · 26 de agosto de 2014 às 19:17

      “Terceiro”. Essa eu ouvia no rádio nos anos 80. E tinha o vinil. Jurássico!

Luiz Sergio (@LuizDiSouza) · 26 de agosto de 2014 às 1:20

Como sempre o podcast muito bom maaaaaasss…Referente a panca do Nico no Lewis Hamilton, pode pergunta a qualquer piloto que ali foi de proposito (tipo vou me vingar). Mas também foi muita arrogância do Hamilton achar que o Nico iria atirar o carro pra cima da zebra e deixar a Princess Lewis passar kkk

    Sérgio Dias (@sergiopdias) · 26 de agosto de 2014 às 16:17

    Opa!
    Tem um nome bem legal, hein, Sérgião!? 😀
    Eles estão montando um climão lá.
    O psicólogo da equipe está trabalhando com certeza.

    Gratidão,
    Namastê.

GEcKoDriver · 26 de agosto de 2014 às 1:53

A corrida não poderia ser melhor! Muitas ultrapassagens, emoção, brigas, batidas,… sem falar que tudo isso, no templo de Spa-Francorchamps! Mas foi uma pena o toque logo no começo com Lewis Mansell e Nico Rosbife. A corrida poderia ter ficado melhor se os dois continuassem se degladiando durante a prova.
Agora, impagável foi a volta final com Alonso tentando passar “todo mundo” de uma só vez mas acabou levando a pior (não por falta de torcida…)
Pra finalizar, mais que passou da hora de Lewis Mansell começar a reagir porque é claro que Rosbife já está atirando a esmo.

    Sérgio Dias (@sergiopdias) · 26 de agosto de 2014 às 16:19

    Concordo com tudo, GEcKo!
    Corridão com um final eletrizante.
    Vejo que você também tem a mania de mudar o nome das pessoas (coisas) como eu e o Azaghal. 😀
    Alonso levantou grama e poeira como a Ivete Sem Galo.
    Me pergunto se o Lewis conversa com o Mansell…

    Gratidão,
    Namastê.

Fabiano Forte · 26 de agosto de 2014 às 11:37

Eu achei muito interessante a questão sobre o Riccardo possivelmente ser o melhor piloto. Parando para pensar, faz todo o sentido, já que ele não está com o melhor carro, nem de longe! Agora, ele estar pensando em título, já é muito otimismo, né? Se bem que, se continuar dando problema com o Hamilton desse jeito, o vice pode ser até possível!

    Sérgio Dias (@sergiopdias) · 26 de agosto de 2014 às 17:34

    Também achamos uma boa conversa.
    Já fica claro que ele é um futuro campeão mundial.
    Anda muito, o Daniel Sorrisão.

    Gratidão,
    Namastê.

    Carlos Del Valle · 26 de agosto de 2014 às 19:22

    Exato, mais ou menos como Vettel sendo vice-campeão em 2009

Tiago Oliveira · 26 de agosto de 2014 às 11:50

Essa corrida foi a primeira que eu assisti vendo as imagens da RTL aqui na Alemanha e ouvindo e seguindo pelo APP da F1 no celular. Foi fantastico, quando o Hamilton sofreu o ataque terrorista da Barbie, eu travei a “camera” no Hamilton, e dava pra ver que ele nao conseguia alcancar o Grosjean e depois ainda sofreu uma pressao de uma Marussia e do Ruintierrez que estavam com pneu melhor. Recomendo que parem de ouvir Galvao, Rubinho e companhia e sigam a corrida pelo App, que ainda te permite ouvir todos os radio e seguir toda a telemetria aberta. Vale muito a pena. Aqui ainda tem algo irritante na transmissao (alem dos comentarios do Lauda) que é os caras cortarem a corrida pra passar comercial a cada 5 minutos.

Mais vergonhoso pro Massa tem sido a lingua dele. Outro dia numa entrevista pro Reginaldo Leme ele disse que nao recomendava pro Nasr comecar numa equipe pequena pq “nunca tinham feito um piloto sequer que valesse a pena” (Que tal um tal de Ricciardo na HRT?) e ainda disse que o Lotterer tava na Catterham “pq tinha levado grana”. O Lotterer pilota com carros hibridos de alto desempenho e alto downforce há mais tempo do que o massa pilota sem controle de tracao. Todo mundo concorda que o Massa ta tendo azar demais. Mas a F1 nao é um lugar muito conivente com pilotos azarados, e se ele perder a vaga pro Button (que é um cara que sempre foi cagado de sorte, até o Valesi tem que concordar), vai ser o azar derradeiro. Enquanto isso o Bottas está currando o Felipe bonito.

Eu acho que o brilho da RBR só está sendo possivel pelas cagadas da Mercedes e pelo braco do Ricciardo. Parece que a Mercedes tem um Silver Arrow de um lado da garagem e um Silver Tape do outro. Spa é um circuito implacavel pra carros que tenham um motor inferior, a RBR apostou numa velha tatica de pouca asa, e se aproveitaram nas trapalhadas da galera de Stuttgart, nao colocaria essa vitoria na conta da genialidade do Newey. Na verdade a gente tem um conceito um pouco erroneo de “melhora nas ferias”, durante as ferias de verao as equipes sao proibidas de fazer qq coisa, trancam as fabricas, bloqueiam os emails, sao proibidos até de se encontrar, e todo mundo vai pra Ibiza (ou tailandia…) por 3 semanas pra fazer o esporte favorito por europeus bebados: Balconing. Os sobreviventes voltam com os carros iguais ao da Hungria e com qq pacote aerodinamico desenvolvido previamente pros circuitos mais rapidos que vem depois das férias. E nao tem como eles mandarem pra China ou pra qq lugar obscuro trabalhar nessas semanas, afinal a producao fica com um selo real do Sr. Ecclestone e qq melhoria de desenvolvimento que estiver na gaveta de alguem nao tem como ser testada, oq acabaria fazendo ela chegar tarde demais no carro.

O Ricciardo é aquele cara que detona esses conceitos “nao esta se adaptando pq o carro nao foi feito pra ele” / “nao é facil dividir garagem com um tetracampeao carismatico”, etc. etc. O cara tem sido o piloto mais completo desse ano e ta superando no braco as dificuldades do carro e do motor.

Tem caras que subiram muito esse ano, como o Ricciardo e o Bottas, e caras que cairam (ainda mais) como o Gutierrez, Maldonado e Massa. Silly Season 2015 promete.

E a Sauber hein Casolla? Baixa a porta já?

Quando alguem tira o Chilton por “motivos financeiros”, é pq o bagulho tá feio mesmo, o SERASA da F1 nao perdoa, mas o Rossi (um cara bem sem sal) já estreou como um verdadeiro F1 Reject.

Ps, parabens pelo podcast, nao sei se foi a melhora da conexao durante a gravacao ou se melhoria da edicao, mas ficou bem melhor nesse programa, com mais sons de fundo e uma montagem que deu uma fluida bem melhor. Conituem melhorando sempre, e parabéns.

    Pedro Rossi · 26 de agosto de 2014 às 14:43

    Falando do Bo77as, ele pegou gosto – talvez seguindo a ideia do Kimi – de tomar meio litro de champanhe antes de esguichar aquilo para todos os lados. Quando ele foi brincar com o Ricciardo, mal tinha alguma coisa para jogar nele.

    Carlos Del Valle · 26 de agosto de 2014 às 19:19

    Obrigado pelo excelente comentário, Tiago 🙂 Muito bem lembrado esse lance das férias, realmente entre os GPs da Hungria e de Spa não pode haver muito desenvolvimento, e realmente até os emails corporativos têm que estar sem uso…

    Sérgio Dias (@sergiopdias) · 26 de agosto de 2014 às 19:46

    Tiagão sempre com um comentário assaz sensacional!
    😀

    Gratidão,
    Namastê.

Pedro Rossi · 26 de agosto de 2014 às 14:39

Queria poder brincar com o Casola sobre a Sauber, mas torcendo para a Lotus fica difícil. HAHAHA

    Sérgio Dias (@sergiopdias) · 26 de agosto de 2014 às 19:44

    Pensa por um lado, Pedrão: ao menos estão pagando todos os pecados possíveis para ter um futuro glorioso.
    😀

    Gratidão,
    Namastê.

      Pedro Rossi · 29 de agosto de 2014 às 1:32

      Com essa falta de grana e com a dupla explosiva de pilotos que tem, perdoem-me pela brincadeira, eu acho muito difícil ela ter um futuro glorioso.

Rogério Calsavara · 27 de agosto de 2014 às 14:20

Me chamem de tradicionalista, que gosto de rotina, ou coisa parecida, mas o fato é que nunca tinha ouvido a palavra “obliterado” e seus derivados (obliterou, obliterar, etc) antes do Podcast F1 Brasil, mas agora ela faz parte da experiência de ouvir o podcast. Como foi que vocês a deixaram de fora?

Concordo que colocar só pra constar pode sair forçado, mas nesse programa tinha um bom momento pra encaixá-la. Vejma só: “Foi incrível a disputa de Kevin Magnussen, Sebastian Vettel, Fernando Alonso e Jenson Button no final da prova. Os quatro carros chegaram a ficar lado-a-lado na reta e o mais incrível é que ninguém acabou obliterado nessa briga!”.

Esqueçam tudo isso! É só brincadeira minha, afinal “zoeira never ends”.

Falando sério, parabéns pelo programa e obrigado! O que senti falta mesmo foi a participação do Del Valle

    Valesi · 27 de agosto de 2014 às 14:34

    Del Valle foi obliterado nos dois últimos episódios, mas no próximo estará de volta.

    Abraço!!

    Carlos Del Valle · 27 de agosto de 2014 às 17:08

    Acho que os cabeças de gasolina não usaram neste episódio porque o Azaghal nos copiou e usou o termo esta semana no Nerdcast sobre Marvel no cinema 😛

Pedro Rossi · 29 de agosto de 2014 às 1:30

Se essa situação toda do Hamilton + Nico + Mercedes não corroborasse com o fato de que, uma equipe alemã tendo um piloto alemão vai, evidentemente, favorecer – mesmo que seja sutil – o alemão, eu diria que essa gente é esquizofrênica.
O Hamilton é mais piloto do que o Nico, mesmo que seja um pouco adepto do estilo Mansell, e mesmo assim tudo parece ter uma consequência maior para o lado dele, do que para o lado do piloto alemão.

Inclusive estão esperando essa briga interna se findar, para que haja um posicionamento em relação a renovação do contrato do Hamilton.

Posso estar errado, mas o “Provar um ponto” na minha interpretação, é provar para a equipe, para o Hamilton e para si próprio, que ele pode ter uma atitude transgressora sem sofrer represália alguma. Em contrapartida, o Hamilton não fechou o seu contrato e já fez mencionou o seu desconforto por ter de enfrentar um piloto alemão em uma equipe alemã.

Acho que o Hamilton não esperou ir tão longe com a Mercedes, certo? Ele não pensou nisso quando estava para sair da McLaren? Até quando ele sabia que não teria chances de brigar por títulos, em 2013, ele sabia que estava em uma equipe alemã, com um companheiro de equipe alemão, e se não fosse o Nico seria o Schumacher, ora bolas!

A exigência do aumento de salário não está muito alta, por parte do Hamilton?

Deixe seu Comentário