Terminou a pré-temporada. Fevereiro acabou. Lá vem Melbourne. Hoje é segunda-feira dia 2 de março. Faltam 11 dias para os primeiros treinos livres, 12 dias para o primeiro treino de classificação e 13 dias para a largada do primeiro GP da Temporada 2015.

Como estão as coisas entre as equipes? Qual está melhor? Quem é a aposta quente? Bom, se eu soubesse, ia apostar na Mega-Sena e não ficar escrevendo aqui. Ainda assim, vamos elocubrar, com ajuda do excelente resumo do tio James sobre o inverno da Fórmula 1.

nasr 1

Primeira notícia: segundo observações dos especialistas que presenciaram os testes na Espanha, o brasileiro Felipe Nasr teve um desempenho mais veloz e consistente que o colega Marcus Ericsson. Nós até previmos isso no nosso Especial Estreantes. Essa é uma excelente notícia para nosso “Senna ao contrário”, já que se ele vencer o companheiro de forma dominadora, sua missão para este ano de estreia estará mais do que cumprida.

Segunda notícia: o pessoal que estava em Barcelona também achou que Max Verstappen já mostrou alguma superioridade sobre Carlos Sainz Jr. Essa é uma batalha que promete. Por um lado, o chefe da Toro Rosso, o austríaco pseudo-italiano Franz Tozst disse que o embate entre seus dois estreantes será equilibrado. Por outro lado, o jornalista Will Buxton disse que Max Verstappen chega para abalar as estruturas. Assim nossa curiosidade fica enorme…

Por último, os dados de trechos longos coletados por James Allen e Dominic Harlow:

grafico stints

Rosberg: Prata (quase branco).  Bottas Azul com X. Vettel: vermelho. Verstappen: roxo. Kvyat: azul claro. Nasr azul escuro. Button: prata com cruz laranja. Hulkenberg: laranaja. Maldonado: linha preta com pontos laranja. Quanto mais rápido, mais para baixo no gráfico.

A primeira coisa que se nota é que ninguém anda no território da Mercedes. São trechos rápidos e sustentados. A Williams de Bottas (com as cruzes azuis) trabalha em outro território.  Max Verstappen parece ter feito trechos realmente fenomenais, apesar disso ser atribuído a algum composto de pneu mais macio, a julgar pela degradação mais vertical.

VEREDITO

Não sou eu que estou falando.  Pré-temporada tem tanta variável, e tanta gente tentando esconder tudo, que tento perder o mínimo de tempo possível analisando qualquer coisa. Mas o tio James nesse artigo supracitado aponta as diferenças aproximadas entre as equipes, removidas as variáveis  conhecidas:

Mercedes na frente. Diferença para a Mercedes:
Williams: +0.8-1.0 segundos por volta
Ferrari: +1.0-1.2 segundos por volta
Red Bull Racing / Toro Rosso: +1.2-1.5 segundos por volta
Sauber / Lotus / Force India / Mclaren: +1.5-2 segundos por volta.

A única coisa que me faria discordar um pouco dos dados seria a posição da Red Bull. Mas parece que a Renault conseguiu produzir um motor do tipo “jabiracossauro” pelo segundo ano seguido,  para desespero de Newey e seus asseclas. Mas nunca duvide dos rubrotaurinos. In Newey We Trust. Acho que vão se embolar com Williams e Ferrari, quando a coisa pegar. Abraço!

GASOLINA STORE BANNER

Grupo do Podcast F1 Brasil – Roda com Roda no Facebook

Curta nossa página no Facebook

Confira nossas camisetas de F1 na Gasolina Store

Siga-nos no Twitter e no Instagram

Estamos também na TuneIn Radio e no Stitcher, além do iTunes

Música podsafe / Creative Commons: Brother Love e American Heartbreak

Feed do Podcast F1 Brasil: http://feeds.feedburner.com/PodcastF1BrasilPodcast

 


Carlos Del Valle

Podcaster. Imerso em Fórmula 1. Nada mais lógico do que um podcast sobre Fórmula 1.

6 comentários

Eduardo Patriota · 2 de março de 2015 às 17:45

Opa sou pole. Vou aparecer no podcast de fim de ano
Cara tomara In Newey We Trust, pq se tiver mais uma equipe pra disputar seria bom

    Carlos Del Valle · 2 de março de 2015 às 22:35

    Mas acho que vai disputar com Williams e Ferrari, não lá na frente… O jabiracossauro Renault ataca novamente kkkk

GEcKoDriver · 2 de março de 2015 às 19:12

Engraçado que não ouço nem falar na palavra McLaren. Sei que é impossível, mas já pensou se eles estão aprontando alguma? Estou curioso…. hehehe

    Carlos Del Valle · 2 de março de 2015 às 22:37

    Quem dera… Um inverno de pesadelo

Joshué Fusinato · 2 de março de 2015 às 19:45

Não posso fazer nada além de concordar. Muito bom post Boss!

    Carlos Del Valle · 2 de março de 2015 às 22:38

    obrigado amigo

Deixe seu Comentário