A Fórmula 1 em 2014 passa por uma revolução silenciosa. Pelo menos silenciosa nos motores, mas nem tão silenciosa nos círculos de discussão. Em vez de dizer minha opinião, vou encaminhar vocês para ler este artigo do Continental Circus sobre o assunto. Esse artigo ficou tão bom que parece que nosso amigo Paulo Alexandre Teixeira leu meus pensamentos.

Encerro com uma mensagem pessoal para Sebastian Vettel e Bernie Ecclestone:

Email: contato@podcastf1brasil.com.br

Curta nossa página no Facebook

Siga-nos no Twitter

Estamos também na TuneIn Radio e no Stitcher, além do iTunes

Música podsafe / Creative Commons: Brother Love e American Heartbreak

Feed do Podcast F1 Brasil: http://feeds.feedburner.com/PodcastF1BrasilPodcast

Categorias: Artigos

Carlos Del Valle

Podcaster. Imerso em Fórmula 1. Nada mais lógico do que um podcast sobre Fórmula 1.

3 comentários

Valesi · 28 de março de 2014 às 21:39

Eu já escrevi por aqui que achei que iria me incomodar mais com o novo som da F1 do que de fato aconteceu. Embora não possa negar que, de maneira pavloviana, sinto gosto de xylocaína de dentista ao ouvir aquele som de broca…

Acho que o Paulo Alexandre Teixeira até acertou no conteúdo, mas errou na forma. Sempre tive um certo ranço com quem diz “não gostou? Pode ir embora.”. Qualé a do totalitarismo? O cidadão é tetracampeão mundial, não precisa provar nada prá ninguém, e não pode reclamar de algo que não gostou? O mimimi dos que reclamam é tão chato quanto o dos que reclamam da reclamação (catzo, me perdi agora).

Usar uma entrevista de 37 anos atrás de alguém prá desancar o cara é covardia. Só não muda de ideia quem não pensa, meu amigo. O mundo gira, a lusitana roda e o tio Bernie vai onde a grana estiver. Se você ainda não percebeu isso, não tá prestando atenção em alguma coisa.

E, faça-me o favor: dizer que a reclamação do Vettel é uma desonra aos engenheiros, que ele não entende nada disso e só tem que entrar no carro e correr, e terminar o texto afirmando que o alemão tem é que ajudar a melhorar o desempenho do carro que tá ruim ficou um pouco contraditório.

Enfim, como diria Sir Paul, live and let die. Quem quiser reclamar, que reclame. Eu quero mais é saber como vai ser essa corrida da Malásia.

Abraços, cabeças de gasolina!

Carlos Del Valle · 28 de março de 2014 às 23:30

Hehe nada como um comentário mais ousado do vilão “Benson Jutton” para desencadear a ira do Valesi

Valesi · 29 de março de 2014 às 8:19

Hehehe. Ninguém liga pro Button.

Deixe seu Comentário