Hoje é o quarto e último capítulo sobre as origens do Metal. Nada mais justo que mencionar o Mestre dos Mestres, aquele que inventou a guitarra moderna como a conhecemos. James Marshall Hendrix tinha 24 anos quando lançou em maio de 1967 o grande álbum Are You Experienced, que continha “Purple Haze”, talvez o mais antigo hino metaleiro:

É preciso notar que o disco foi lançado em 1967, ou seja, antes sequer da formação do Led Zeppelin ou do Black Sabbath, e três anos antes do Deep Purple estrear efetivamente com o In Rock. E “Purple Haze” é justamente a faixa mais pesada do álbum, e ainda por cima incorporando duas dissonâncias famosas no mundo do Metal:

(1) a introdução traz a sequência do “Acorde do Diabo”, tecnicamente chamado de trítono ou quinta diminuta. No caso desta música, o par é E-Bb, assim como em um quintilhão de canções de heavy metal. Isso que é influência… Esse acorde foi mencionado há duas semanas, ao falarmos sobre a canção “Black Sabbath”.

(2) logo depois, entra o chamado “Acorde de Hendrix”, uma charmosa maluquice chamada E7#9, ou Mi “com sétima menor e nona aumentada”. É sobre esse acorde que o Mestre canta os primeiros versos da nossa Neblina Púrpura.

Então fechamos o ciclo dos “Precursores do Metal” com esta singela homenagem a um dos grandes instrumentistas não só do século XX, como da história da música. Semana que vem inicia uma nova sequência. Qual será? Descubram daqui a 7 dias na próxima Terça Metal!


Carlos Del Valle

Podcaster. Imerso em Fórmula 1. Nada mais lógico do que um podcast sobre Fórmula 1.

7 comentários

Diego Ricarte · 28 de julho de 2015 às 18:36

Esse é o cara, sempre está na lista de 11 entre 10 guitarristas do Rock!
Quando o Rock girava no sentido horário, Jimmy chegou e fez o mundo virar de ponta cabeça!

Um palpite sobre a nova sequência do Terça-Metal.
Seria o Power/Melodic Metal?

    Carlos Del Valle · 30 de julho de 2015 às 18:54

    Velhinho, me empresta essa tua bola de cristal aí que vou jogar na mega sena!

Cleidson Alves · 28 de julho de 2015 às 21:03

Belissima escolha! Hendrix é foda!

Uma curiosidade: houve um período em que o tritono foi proibido de ser usado ao piano, pq a postura do dedos nesse intervalo parecia um par de chifres.

Vida longa à terça-metal!!

Jordan Bandeira · 30 de julho de 2015 às 10:58

Hendrix = lenda. Eric Clapton fala em sua biografia o prazer de ter conhecido Jimi pessoalmente e a dor da notícia da perda.

Uma efeméride: Winger (uma daquelas inúmeras bandas de glam/hair/poodle metal dos anos 80) regravou “Purple Haze” em seu álbum homônimo.

Rafael Amico · 30 de julho de 2015 às 15:30

Purple Haze, sensacional, mas Little Wing sempre será minha favorita. Quanto ao acorde, só o mestre pra fazer essa maluquice soar harmônica numa música, pra mim Hendrix, além de todos os outros títulos, é o mestre das dissonâncias!

    Carlos Del Valle · 30 de julho de 2015 às 18:12

    Poxa Little Wing é de chorar no cantinho… Uma das minhas preferidas ever

Deixe uma resposta para Cleidson Alves Cancelar resposta