Parece existir uma nuvem de confusão que atrapalha o julgamento de muitas pessoas quanto o assunto é o acidente fatal de Jules Bianchi. Afinal, qual foi a principal causa da tragédia? Quem seriam os culpados? Foi culpa da FIA? Do Bernie? Do trator? Você sabia que por muito pouco Michael Schumacher não teve um acidente semelhante ao de Bianchi, em Interlagos 2003? Assista ao vídeo e dê sua opinião!

podcast patreon 550

 

Grupo do Podcast F1 Brasil – Roda com Roda no Facebook

Faça parte da nossa Liga Conjunta no Bolão do GP Predictor: Podcast F1 Brasil e Boteco F1 

GASOLINA-STORE-BANNER-JPEG

Grupo do Podcast F1 Brasil – Roda com Roda no Facebook

Faça parte da nossa Liga Conjunta no Bolão do GP Predictor: Podcast F1 Brasil e Boteco F1 

Curta nossa página no Facebook

Confira nossas camisetas de F1 na Gasolina Store

Siga-nos no Twitter e no Instagram

Estamos também na TuneIn Radio e no Stitcher, além do iTunes

Música podsafe / Creative Commons: Brother Love e American Heartbreak

Feed do Podcast F1 Brasil: http://feeds.feedburner.com/PodcastF1BrasilPodcast

 


Carlos Del Valle

Podcaster. Imerso em Fórmula 1. Nada mais lógico do que um podcast sobre Fórmula 1.

2 comentários

Mateus Ferreira · 27 de setembro de 2015 às 9:43

Eu lembro que teve uma corrida, num treino de classificação, o Alonso fez uma pole-position, porém, na volta mais rápida dele havia uma bandeira amarela num ponto do circuito. Entrou em investigação na FIA por ele não ter reduzido velocidade, mas analisaram a telemetria e mostraram que ele passou ali no Speed Trap a 1 km/h mais lento. Então fica questionável o que a FIA disse que o Bianchi não reduziu o suficiente. Se 1 km/h é suficiente para o Alonso, então por que não seria para o Bianchi.
Pequena correção: A primeira vitória do Vettel foi em Monza 2008.
E faltou a menção de Donington 93 na parte de grandes corridas na chuva.
Grande abraço.

    Carlos Del Valle · 29 de setembro de 2015 às 16:12

    Concordo com você. Bianchi estava com certeza dentro da regra. Mas claramente, por outro lado, “não reduziu o suficiente”, senão não teria batido a 200 km/h. Quem estava errado? Pra mim, a regra. Por muito tempo, confiou-se demais nessas bandeiras. Vide Tom Pryce, Webber/Alonso em Interlagos, MSC em Interlagos e outros. Como eu disse no vídeo, o grande legado do Bianchi foi a revisão desse critério de bandeira amarela

Deixe seu Comentário